Na manhã desta quinta-feira (25), os chanceleres da Guiana e da Venezuela fazem reunião em Brasília para discutir sobre a crise em que os países disputam a região de Essequibo.

Banner Obras Acre 300x225

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Mauro Vieira, vai participar do encontro, que ocorre no Palácio do Itamaraty, às 9h30.

O Brasil intermediou o encontro para tentar que os dois países tentem retomar a confiança e debatam uma cooperação mais ampla e um canal mais aberto entre eles.

O chanceler guianês, Carl Barrington Greenidge, e o chanceler da Venezuela, Yván Gil Pinto, deveriam se reunir na sexta-feira (26), mas tiveram que antecipar o encontro devido a agenda dos ministros.

Conflito

A região de Essequibo, tem 160 quilômetros quadrados e representa cerca de 70% do país de Guiana, e a Venezuela afirma que essa região pertence a eles. Vale lembrar que a área é rica em recursos naturais.

Guiana mantém o discurso de que a disputa deve ser resolvida pela Corte Internacional de Justiça (CIJ), e a Venezuela diz que deve ser pelo Acordo de Genebra, assinado em 1966, que estabeleceu as bases para uma solução negociada e anulou a sentença de 1899 que fixou as atuais fronteiras defendidas por Georgetown.

Os presidentes da Guiana, Irfaan Ali, e da Venezuela, Nicolás Maduro, também devem se encontrar em Brasília nesta semana, mas o encontro dos chanceleres ocorre antes