O Ministério das Mulheres, comandado pela ministra Cida Gonçalves, apresenta nesta terça-feira (18) o Plano de Ação do Pacto Nacional de Prevenção aos Feminicídios.  

Banner Obras Acre 300x225

O evento “Março das Mulheres” está agendado para às 9h na sede do ministério, na Esplanada dos Ministérios. 

No Brasil, o número de feminicídios cresceu 1,6% em 2023, um total de 1.463 mulheres foram vítimas deste crime.  

Este é o maior número desde a criação da lei de 2015 que criminaliza o feminicídio.  

O Pacto Nacional de Prevenção aos Feminicídios tem o objetivo de prevenir as formas de “discriminação, misoginia e violência de gênero contra mulheres e meninas, por meio da implementação de ações governamentais intersetoriais”.  

O ministério vai apresentar outras ações voltadas para o público feminino.

  • Fórum Nacional para a Elaboração de Políticas Públicas para as Mulheres do Movimento Hip-Hop; 
  • Fórum Nacional Permanente para Diálogo da Promoção de Estratégias de Fortalecimento de Políticas Públicas para as Mulheres Quilombolas; 
  • Fórum para Promoção de Estratégias e Fortalecimento de Políticas Públicas de Autonomia Econômica e Cuidados com Mulheres da Pesca, Aquicultura Artesanal e Marisqueiras; e 
  • Fórum Nacional Permanente de Enfrentamento à Violência contra Mulheres do Campo, da Floresta e das Águas.

O programa Asas pro Futuro, que projeta ampliar a participação feminina nos setores de tecnologia, energia, infraestrutura, logística, transportes, ciência e inovação, também vai ser anunciado.