Um crime bárbaro. Um homem identificado por Deleon Gomes Carnaúba, de 37 anos, é suspeito de ter assassinado a própria esposa, de 57 anos e o neto dela, de apenas 6 anos de idade.

Banner Acre Junho Vermelho - Foto: Divulgação

A PM foi acionada por vizinhos do casal. O homem era dependente químico e já tinha passagens por diversos crimes, de acordo com a polícia.

Ao chegar na residência em que moravam, a polícia já encontrou Maria das Graças de Araújo Pontes morta.

O suspeito foi baleado e morto pela polícia militar (PM) dentro de uma canoa, no Rio Envira.

Deleon já tinha fugido em direção ao rio com o neto da vítima.

Ainda de acordo com a polícia, dentro da canoa, o suspeito ficou usando a criança como escudo.

A equipe tentou negociar com ele na margem do rio, tentando convencê-lo a jogar a faca e liberar a criança.

Conforme informações da Polícia Militar, o suspeito estava visivelmente perturbado, emitindo falas desconexas e instando os policiais a atirarem. Após diversas tentativas de resgate da criança, o indivíduo teria desferido um golpe de faca na vítima, sendo então alvejado pelos agentes.

Veja também: Vídeo mostra sargento do Exército agredindo esposa em Manaus

A PM-AC relatou que, mesmo ferido, o homem desferiu mais dois golpes na criança. Ambos faleceram antes da chegada do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A Polícia Civil, em conjunto com a equipe pericial, foi acionada e deu início às investigações. Os corpos serão encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Cruzeiro do Sul, localizado na cidade vizinha.

O delegado Adan Ximenes afirmou que os atos foram cometidos após o suspeito ter um surto psicótico, possivelmente associado ao consumo de substâncias entorpecentes.

Fonte: G1