Por respeito às tradições católicas, o consumo de peixe na Semana Santa é quase uma obrigação para os fiéis que se dedicam à penitência da carne vermelha. O peixe faz parte de diversos pratos típicos em Roraima.

Banner Obras Acre 300x225

No entanto, independentemente da receita, é importante prestar atenção aos detalhes que fazem a diferença na mesa e na saúde com o famoso peixe na semana santa.

Na hora da compra, muitas dúvidas podem surgir: fresco ou congelado? Como saber se o peixe está acondicionado corretamente? O que analisar na compra do pescado?

O professor do curso de Nutrição da Estácio, Erival Amorim, destaca pontos que o consumidor precisa buscar observar antes da compra.

“Temos que verificar o estado de conservação desse pescado, tanto na opção fresca quanto na opção congelada. Ambas são recomendadas. O consumidor também deve observar se o peixe está submerso no gelo, se os olhos estão vívidos e brilhantes e se as escamas estão firmes”, destacou.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Com relação ao peixe congelado, o nutricionista enfatiza que também é importante observar o estado de conservação, além de analisar as informações da embalagem.

“É fundamental verificar se não há excesso de gelo no produto ou sinais de descongelamento. Também é importante checar a data de validade, higiene e qualidade geral do pescado”, afirmou.”