Após rumores de rompimento político entre o presidente da Assembleia Legislativa (ALE-RR), Soldado Sampaio (Republicanos) com o Governador Antonio Denarium (Progressistas), ambos emitiram nota oficial para confirmar a quebra de laços.

Banner Obras Acre 300x225

Ainda neste sábado, 6, o presidente da ALE-RR usou as redes sociais para prestar esclarecimentos sobre o caso.

“Informo a sociedade roraimense que na data de hoje, 06/04, oficializ meu rompimento político com o governador Antonio Denarium, em função de alguns acontecimentos ocorridos nos últimos dias que tornaram insustentável essa parceria existente deste o segundo turno das eleições de 2018” disse Sampaio por meio de nota.

Ainda segundo o parlamentar, um dos fatores que motivaram a decisão de rompimento político foi o uso do serviço de espionagem com sistema de inteligência do Governo de Roraima.

“Um dos fatores que motivaram minha decisão foi o uso do serviço de inteligência para espionar membros do Parlamento Estadual, fato este que compromete qualquer relação de fidelidade e de respeito entre parceiros que comungam dos mesmos ideais”, diz um trecho da nota.

Além da forma como o Governador vinha articulando as candidaturas no interior. 

“Além da forma desrespeitosa nas composições das pré-candidaturas para as eleições municipais, minando minha base política, num total desrespeito a nossa parceria. E, como bem aprendi com meu pai, tudo na vida tem limite”, disse Sampaio.

Governador também publicou nota sobre rompimento político

Por outro lado, o Governador de Roraima, Antonio Denarium (Progressistas), disse que a decisão do rompimento político partiu de Sampaio.

Em nota publicada nas redes sociais, o Chefe do Poder Executivo de Roraima disse não concordar com a atitude.

“Em nenhum momento concordei com essa atitude, deixando claro que o rompimento seria uma decisão unilateral do deputado. Como governador, não é meu desejo romper, nem com o deputado ou com nenhum representante do povo, que nos confiou os votos para administrarmos melhor nosso Estado, como venho fazendo há quase seis anos”, ressaltou.

Contudo, o Governador segue afirmando que nunca afrontou ou não cumpriu com compromissos firmados e que mantém parceria de trabalho.

“Como governador de Roraima, mantenho minha parceria de trabalho e compromissos com o desenvolvimento do Estado como sempre tive com todos os deputados estaduais. Um clima para se obter pacificação no relacionamento e resultados positivos, sempre pensando na população”, enfatizou.

Ele finaliza dizendo que “Roraima é maior que os limites que as pessoas possam ter”.

Soldado Sampaio rompe laços políticos com Governador de RR, Antonio Denarium
Soldado Sampaio e Antonio Denarium – Foto: Reprodução/Redes Sociais

Entenda o caso

Neste sábado, 6, o Presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Roraima (ALE-RR), Soldado Sampaio (Republicanos), rompeu os laços políticos com o Governador de Roraima Antônio Denarium (Progressistas).

O anúncio foi feito na manhã deste sábado, 6, em um grupo de WhatsApp formado pelos deputados estaduais.

“Todos são sabedores que, desde o segundo turno das eleições estaduais de 2018, tenho sido um parceiro fiel e intransigente na defesa desse governo, muitas vezes abrindo mão de convicções pessoais, visando manter a unidade do nosso grupo político”, afirma Sampaio. “Mas como bem aprendi com meu pai, tudo tem limite”, diz um trecho da mensagem.

O rompimento político teria acontecido após o Governador Antonio Denarium mandar instalar o sistema de inteligência do Governo de Roraima para espionar os parlamentares.

Além dos deputados, os policiais penais que denunciaram casos de assédio moral da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) também estariam sendo monitorados pelo sistema de espionagem.

Após a decisão, a maioria dos deputados declararam apoio ao presidente da ALE-RR.

Somente três não se manifestaram, sendo eles: Catarina Guerra, Joilma Teodora e Lucas Sousa, que é sobrinho do Governador.